domingo, 11 de janeiro de 2009

Dias frios... e felizes.

Fim-de-semana com as crianças. Quase zero graus lá fora… e a televisão avariada.
Um bom desafio para a imaginação de uma mãe.
Não que esta mãe recorra habitualmente à TV… aliás… é mesmo um último recurso… mas com estas temperaturas, os programas ao ar livre ficam assim, um tanto ou quanto condicionados… e estes dois piratas dentro de casa, mais tarde ou mais cedo, é contagem decrescente para o caos. E quando assim é… há pequenos milagres que dão pelo nome de “As gargalhadas do Donald” ou o “Como se faz” no Discovery Channel. Mas quando a televisão está avariada… Não há milagres na cartola… não há batota possível. Mãe, mostra o que vales. Está bem.. está frio.. está muito frio… brrrr… mas não está temporal! Boa!

Felizmente soubemos cedinho que havia feira da ladra no jardim municipal.
Pronto… mini-feira. Meia dúzia de bancas com algumas velharias... Mas é tudo o que uma mãe precisa.
Comprámos três apitos de madeira (um pra cada um de nós) e um búzio, para ouvir o mar... nos dias em que não o vamos ver.



Depois fomos ao parque do chafariz.
Adoro ir ao parque com os meus piratas. Mas a maior aventura é conseguir sair do parque com eles.
Fomos buscar a Bicicleta para um, a Trotineta para outro, e claro, o livro para a mãe.
Casacos grossos e gorros para todos.
Olhei para os apitos novos... “Rapazes, quando a mãe apitar está na hora de irmos embora”. Rostos entusiasmados de consentimento.
E assim foi. Perfeito!
Bem… devo reconhecer que o facto da mãe fazer seguir a apitadela com um “Vamos para casa fazer waffles!” também ajudou um bocadinho.

Sem comentários: