segunda-feira, 2 de março de 2009

Imagina uma Mulher


Imagina uma mulher que acredita que é certo e bom ter nascido mulher.
Uma mulher que honra a sua experiência e conta as suas histórias.
Que se recusa a carregar os pecados dos outros no seu corpo e vida.

Imagina uma mulher que confia nela própria e se respeita.
Uma mulher que escuta as suas necessidades e desejos.
Que vai ao seu encontro com ternura e graça.

Imagina uma mulher que reconhece a influência do passado no presente.
Uma mulher que caminhou através do seu passado.
Que se curou ao entrar no presente.

Imagina uma mulher autora da sua própria vida.
Uma mulher que age, toma iniciativa e se move pelos seus próprios meios.
Que se recusa a render, senão ao seu verdadeiro ser e à sua voz mais sábia.

Imagina uma mulher que nomeia os seus próprios deuses.
Uma mulher que imagina o divino à sua imagem e semelhança.
Que desenha uma espiritualidade pessoal para reger a sua vida diária.

Imagina uma mulher apaixonada pelo seu próprio corpo.
Uma mulher que acredita que o seu corpo lhe basta, assim como está.
Que celebra os seus ritmos e ciclos como um recurso admirável.

Imagina uma mulher que honra o corpo da Deusa no seu corpo em mudança.
Uma mulher que celebra a acumulação dos seus anos e da sua sabedoria.
Que se recusa a usar a sua energia vital a disfarçar as mudanças no seu corpo e na sua vida.

Imagina uma mulher que valoriza as mulheres na sua vida.
Uma mulher que se senta em círculos de mulheres.
E que é recordada da verdade sobre si própria quando dela se esquece.

Imagina-te a ti como esta Mulher.



“Imagine a Woman” © Patricia Lynn Reilly, 1995
Tradução livre de Carla Guiomar.

10 comentários:

Banalidades disse...

Querida Caracoleta!
Hoje homenageámos mulheres de elevada importância na nossa Escola e que, agora, passaram à reforma... Foi um almoço cheio de amigos e colegas que, penso, terá sido de verdadeiro convívio e de muita amizade.
Não resisti: li-lhes este poema que levei daqui, deste seu blog. Eu adorei o poema e considerei ter, assim, ofertado uma pequena pérola a todos os presentes. Simultaneamente, prestei-lhe a si uma homenagem, bem como à sua mãe!
Espero por mais. Sempre! Jinhos

Caracoleta disse...

Querida Fata! A minha mãe contou-me quando chegou, sobre a linda tarde e a linda homenagem, e a sua escolha deste texto que eu aqui quis partilhar, na minha língua, com tantas mulheres importantes na minha roda da vida. Fico muito feliz de saber que estas palavras soaram hoje na sua voz, nesse momento tão especial, que celebra a dedicação de uma vida a um trabalho de amor, do qual eu sou orgulhosa testemunha. Obrigada Fátima pela homenagem, pela amizade! Sou grata pela sua presença de amor nas nossas vidas... toda a riqueza que nos traz! Foi num dia de Abril, fará agora 10 anos.. que eu e a minha mãe recebemos também de si uma outra lindíssima homenagem que guardo com carinho imenso. Abraço!

Isa disse...

Carla, grata por sua visita! Ainda não conheço a cantora Lhasa,mas agora mesmo vou descobrir...seu blog é belíssimo e inspirador!

Um abraço, sempre, Isabel.

Oui C'est Moi disse...

Adorei o teu blog. ;)
Bela homenagem às mulheres neste dia que escolheram para nós.

Carolina disse...

Não vou falar de MULHERES! Por hoje está falado.
Mas dieique se o meu blog não se chamasse Sardinheiras, gostaria que se chamasse Papoila.
Parabéns pelo nome escolhido.
;)

Carolina disse...

Correcção: (direi que)

Banalidades disse...

Eu é que agradeço a dádiva da vossa amizade!
Visitem o meu fotolog! Hoje estão presentes três grandes mulheres! Jinhos.
http://www.fotolog.com/fatabeja

Nós disse...

obrigada Carla, pela tua partilha, pelo teu blog inspirador...

agora, do alto das montanhas da Suiça, sei quanto custa crescer e se transformar, quantos altos e baixos devemos atravessar para nos tornar mais serenas... mais atentas à vida.

As planicies do Alentejo vivem dentro de mim,e continuo a sentir o vento nas papoilas através de ti.

com muito carinho

isabelle, de "a casa onde vivemos"

Caracoleta disse...

Querida Isabelle, que bom é ter-te de volta, daí do alto das montanhas... juntamente com estes primeiros dias de Sol que anunciam a despedida de mais um Inverno! Bons sinais! Há poucas coisas mais reconfortantes do que a alternância de estações :) Recebe o meu abraço vibrante e feliz!

Ângela disse...

Carlota Andrea... Como Mulher, meio perdida neste Dia da Mulher... Quero dizer-te que é um orgulho conhecer-te como Amiga, Mãe, Colega e... Mulher! Beijo, ÂR