sexta-feira, 20 de março de 2009

Amadeu


Para mim Deus é amor, apenas amor... - disse-lhe eu (com os meus 25 anos na altura), com a esperança de um eco, de uma confirmação. Não porque não o soubesse bem para mim, mas porque nunca antes o tinha dito a um especialista no assunto, um padre, que neste caso era também uma referência muito especial para mim, desde a infância, um querido amigo da família.

Sim. Deus é amor. - respondeu-me, com toda a convicção, alegria e naturalidade, na sua voz firme e calorosa, assim selando, dentro de mim, essa verdade para sempre.

Homens verdadeiramente simples, intrinsecamente bons e corajosos, como o Padre Amadeu Pinto, não morrem.
Vivem eternamente dentro e ao redor de todos quantos tocaram, numa presença de puro amor e luminosa inspiração.
Tornam-se árvores fortes e majestosas, que ligam a terra ao céu.
Tornam-se aves voando livres.
Tornam-se rios, correndo fortes e determinados para o mar.
E a sua voz ecoando dentro de nós, é a própria voz de Deus.


"Sede bons, fazei o bem, bem feito."
Padre AMADEU PINTO
1940-2009 - passagem pela Terra



"Os discípulos interpelaram Jesus:
-Diz-nos como é o reino dos céus.
Jesus disse:
-É como uma semente de mostarda - a mais pequena de todas as sementes - mas quando cai em terra fértil produz uma árvore grande e frondosa que dá abrigo a todos os pássaros do paraíso".

OSHO, in “A Semente de Mostarda”

3 comentários:

missstylist disse...

Vai deixar saudade :(

Banalidades disse...

Caracoleta:
Não sei se é por andar muito sensível... Mas de facto, este pequeno texto tão belo e cheio de uma verdade singela inundou os meus olhos de água. Obrigada por o ter aqui deixado e por assim, permitir que dele tenha partilhado. Jinhos grandes.

Caracoleta disse...

Pois Fata... Também foi com os olhos inundados de água que o escrevi. E sim, sei que ando sensível. Cada vez mais. E vou descobrindo que não há retorno. Cada vez mais sensível e mais forte. O que de paradoxal tem apenas a aparência.
A profunda sensibilidade é inseparável companheira da profunda consciência.
Pela mesma porta que entra a dor entra o prazer. A vida e a morte. O dia e a noite. O importante é que tenhamos a coragem de nunca fechar a porta. Pois é na noite mais escura, que mais fortes brilham as estrelas.
Um sentido abraço!