quarta-feira, 17 de março de 2010

Viver e Morrer... e Dançar...


Em homenagem a Alan Michael Peck, 12Jan 1948 - 3 Março 2010.

Aquilo que a lagarta percebe como sendo o fim, é para a borboleta apenas o início.

Disse o Buda:

Esta nossa existência é transitória como as nuvens de outono. Ver o nascimento e a morte dos seres é como olhar os movimentos de uma dança. Uma vida é como um clarão de um relâmpago no céu, rápida como uma torrente que se precipita montanha abaixo.

Sogyal Rinpoche, em "O Livro Tibetano do Viver e do Morrer"

Um abraço imenso para ti Paula, o tributo que lhe fizeste é lindíssimo.

Sem comentários: