terça-feira, 2 de março de 2010

Viver


Viver perigosamente significa viver.

Os que são corajosos mergulham de cabeça. Procuram todas as oportunidades de perigo. A sua filosofia não é a das companhias de seguros. A sua filosofia de vida é a de um alpinista, de um planador, de um surfista. E não é apenas nos mares exteriores que eles surfam; surfam nos seus próprios mares interiores. E não é apenas no exterior que eles trepam aos Alpes e aos Himalaias; também procuram os picos interiores.

Quanto maior for o perigo, mais vivo te sentes.

Então o momento presente é muito nítido, como uma chama. É suficiente. Vives no aqui e agora.

E um único momento dessa intensidade é mais agradável do que toda uma eternidade de uma vivência medíocre.

Adaptado de textos de Osho, in "Coragem - a alegria de viver perigosamente."

2 comentários:

Michelle Lima disse...

Quem sou eu??? Pequena mas valente, sem medo do que vem pela frente. Adoro comida quente, beijo e abraço dos filhos da gente, poucas vezes triste, muito, más muito mais vezes contente. Sempre com uma certeza na mente: Não deu certo? Tente,tente, tente...

Romeu disse...

Carpe Diem.